cq

Quantas  vezes você já ligou seu rádio e ficou se perguntando “Onde eu posso encontrar os colegas para um QSO?”

Esta pergunta é bastante frequente principalmente quando estamos viajando e não estamos familiarizados com os grupos de radioamadores e repetidoras locais.

Você vê um carro que vai a sua frente com uma antena de radioamador e não consegue fazer um contato  porquê não sabe em qual frequência o colega está sintonizado e vice e versa e assim lá se vai a  oportunidade de um QSO. Se houver uma repetidora no seu caminho, porquê utilizá-la para um contato com o veículo que segue poucos metros a sua frente? A qualidade do contato será certamente muito melhor em SIMPLEX.

Se você estiver enfrentando uma dificuldade ou emergência, como conseguir um contato Salvador da Pátria?

As situações a cima descritas são apenas algumas das muitas que podem se apresentar no dia a dia e  sabe porquê elas acontecem? A resposta é muito simples – nós, radioamadores, não convencionamos e não  fazemos uso de uma Frequência Nacional de Chamada (FNC).

A ideia do uso de uma Frequência Nacional de Chamada (FNC) é bastante simples – uma vez  conseguido  o QSO, fazemos uma QSY e deixamos a FNC livre para outros colegas.

A maioria dos rádios modernos possui uma memória dedicada com prioridade (Call Frequente ou Channel)  que normalmente não é utilizada e certamente será de grande valia se adotarmos uma FNC.

Estamos propondo como prática para adoção em nível nacional, as seguintes Frequências Nacionais de Chamada para a Faixa dos 2 Metros.

FNC para contatos em FM SIMPLEX: 146.520 ou 144.970 MHz (mesma frequência convencionada nos Estados Unidos da América).

FNC para contatos em 2m: 144.200 MHz USB.
FNC para contatos em 6m: 50.110,00 MHz USB

Colaboração: Dirceu C. Cavalcanti – PY5IP

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Radioamador.