inmetroDesde o dia 03 de novembro de 2014 a LABRE (através do GDE, grupo de Gestão e Defesa Espectral) integra a Comissão Técnica de Equipamentos e Dispositivos Eletroeletrônicos do Inmetro.

O Inmetro desenvolve Programas de Avaliação da Conformidade de produtos com objetivo de conferir qualidade a equipamentos vendidos ou produzidos no Brasil.

A LABRE tem seguidamente defendido que as normas de qualidade dos produtos eletroeletrônicos no Brasil incluam os quesitos de compatibilidade eletromagnética para reduzir as interferências provocadas por estes produtos.

A elaboração dos programas pelo Inmetro é um processo que inclui segmentos da sociedade (fabricantes, importadores, exportadores, entidades de classe, laboratórios, entidades certificadoras, governo, etc) através das Comissões Técnicas (CT), pretendendo um maior equilíbrio de interesses e a imparcialidade na redação das normas.

De acordo com a agenda regulatória do Inmetro, estão previstas várias revisões dos Requisitos de Avaliação da Conformidade para Equipamentos e Dispositivos Eletroeletrônicos, o que demanda a convocação das CTs para auxiliar nos programas.

O Inmetro, que participou em outubro de 2014 do Seminário de Defesa Espectral durante a Convenção Nacional de Radioamadorismo, reconheceu o trabalho institucional da LABRE no combate às interferências e convidou a associação para integrar a Comissão Técnica de Equipamentos e Dispositivos Eletroeletrônicos.

O convite foi elaborado por Marcelo Marcelo Carlos Afonso Carvalho, Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade e por Luiz Carlos Dal Corno, Analista Executivo em Metrologia e Qualidade; ambos representando a Diretoria de Avaliação da Conformidade (DCONF) e da Divisão de Regulamentação Técnica e Programas de Avaliação da Qualidade (DIPAC).

João Saad Júnior (PY1DPU) será o representante titular pela LABRE na CT e Flávio Archangelo (PY2ZX) o suplente, ambos membros do GDE.
 
GDE/LABRE, 02 de dezembro de 2014

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Radioamador.