Padre Roberto Landell de MouraA história do radioamadorismo se inicia com os experimentos do Padre brasileiro Roberto Landell de Moura e do italiano Guglielmo Marconi, que estabeleceram as primeiras transmissões de rádio no final do século XIX e início do século XX.

Através do grande senso empresarial, Marconi fundou na Inglaterra uma empresa (The Marconi Company), e com investimentos de empresários continuou seus experimentos e investigações. Já Roberto Landell de Moura jamais explorou comercialmente o seu trabalho.

Posteriormente amadores observaram que podiam também se comunicar a longa distância como faziam as estações comerciais.

Em face disto, foi criada em 1914 a Associação Americana de Radioamadores (The American Radio Relay League – ARRL), que foi incumbida a estabelecer normas para este novo serviço que estava nascendo.

Veio a Primeira Guerra Mundial que causou uma suspensão nas atividades e após o conflito o governo americano mostrava-se receoso em autorizar qualquer tipo de transmissões. Porém devido a grande quantidade de militares que se envolviam a esta nova atividade e graças aos esforços de Hiram Percy Maxim, um dos fundadores da ARRL, o radioamadorismo foi liberado oficialmente em 01 de outubro de 1919.

Em 1920 as primeiras conferências internacionais estabeleceram alguns critérios nas comunicações e para os radioamadores ficaram definidas frequências em várias bandas entre 160 a 6 metros.

LEIA MAIS:

Tributo ao Padre Landell de Moura

ALEXANDER GRAHAM BELL

GUGLIELMO MARCONI

LÍVIO GOMES MOREIRA

CERTIFICADO DE ESTAÇÃO DO ANO DE 1942

HINO DO RADIOAMADOR